Testemunho de Jake G.
Dezembro 5, 2016
Testemunho de Sergio C.
Dezembro 5, 2016
Mostrar tudo

Testemunho de Fernando E.

Realizei o meu estágio para Divemaster no México em 2006 e uns meses depois tornei-me instructor. A minha ideia inicial era de viajar um pouco e aprender coisas novas, mas no final do curso ofereceram-me uma posição como instructor de mergulho e eu…aceitei-a!

Trabalhei com o Dressel Divers durante 3 anos em 3 bases diferentes no México, sendo que um longo período foi passado na lindíssima ilha de Cozumel. Após esses 3 anos, decidi que queria ver mais, ganhar mais experiência, conhecer outros lugares e outras operações de mergulho. E por isso parti.

Nos 5 anos que estive ausente nunca abandonei a indústria de mergulho. Trabalhei no Egipto como guia num “liveaboard”, regressei a Portugal (o meu país) onde trabalhei num centro de mergulho em Lisboa e fui manager de um outro na ilha da Madeira. Após todo esse tempo decidi regressar (bom filho a casa torna) porque sentia falta da forma como o Dressel Divers trabalha, sendo que a base de tudo é a segurança e o serviço ao cliente (como deveria ser) contando com uma equipa extremamente profissional a todos os níveis.

Após o meu regresso recomecei na base de Cozumel (o que foi excelente pois tinha saudades da equipa e de mergulhar naquele lugar), mas após três meses foi-me oferecida a posição de “dive boss” no continente que aceitei com agrado uma vez que tinha curiosidade de conhecer o “outro lado” da operação. Ao final de 10 meses nesta nova posição foi-me oferecido o lugar de Baseleader na nossa base em Playa del Carmen.

Parafraseando a PADI: “Vivendo o sonho…”

Ao longo do meu percurso reencontrei velhos amigos e fiz novos, vi diferentes lugares e criaturas e aprendi muito acerca do mergulho.

E tal como no mergulho “Conheci Pessoas, Fui a Lugares e Fiz Coisas…”

Fernando E.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *